Salvem o planeta Terra

Descoberta no México a maior pirâmide do mundo!

Pesquisadores no México descobriram uma imensa pirâmide, ainda maior que a Pirâmide do Sol de Teotihuacan. Ela tem  75 metros de altura e foi explorada por especialistas do Instituto Nacional de Antropologia e História. Está localizada na acrópole de Tonina, Chiapas e é provável que tenha cerca de 1.700 anos de idade.

O diretor da zona arqueológica, Emiliano Gallaga, diz que o trabalho, feito ao longo de dois anos, verificou que a porção nordeste do local era, na verdade, a maior pirâmide no México. É comparável às pirâmides encontradas em Tikal e El Mirador da civilização maia.

Uma característica única é que existem  sete plataformas que servem como palácios, templos, habitação e que eram essencialmente  escritórios para administração. Essa estrutura única funcionava dentro da estrutura sócio-cultural, religiosa e política.

piramide-mexico
É uma grande surpresa ao ver que a pirâmide foi feita quase inteiramente por arquitetos pré-hispânicas e, portanto, é mais artificial do que natural“, diz Gallagas. “Isto é porque se acreditava que toda a estrutura era uma colina natural, mas a evidência recente revelou que a estrutura foi quase inteiramente construída por antigos habitantes.” Os arqueólogos observaram  que a pirâmide era muito maior do que eles esperavam que fosse. A estrutura tem estradas que atravessam ela também.

O complexo do templo-pirâmide foi construído em quatro etapas, a partir do século 3 aC até meados do século 9, e foi dedicado à divindade Quetzalcoatl. Ela tem uma base de 450 por 450 metros (1.480 por 1.480 pés) e uma altura de 66 m (217 pés). De acordo com o Guinness Book of Records, é na verdade a maior pirâmide, bem como o maior monumento já construído em qualquer lugar do mundo, com um volume total estimado em mais de 4,45 milhões de metros cúbicos, ainda maiores do que a da Grande Pirâmide de Gizé no Egito, que tem e cerca de 2,5 milhões de metros cúbicos. No entanto, a Grande Pirâmide de Gizé é maior em 138,8 metros (455 pés). As cerâmicas de Cholula estavam intimamente ligadas às de Teotihuacan, e ambos os locais declinaram simultaneamente. O Postclassic asteca acreditava que Xelhua construiu a Grande Pirâmide de Cholula.

No seu auge, Cholula teve a segunda maior população no México de cerca de 100.000 pessoas que vivem no local. Embora a cidade pré-hispânica de Cholula continuasse a ser habitada, a Grande Pirâmide foi abandonada no século 8 num momento em que a cidade sofreu uma queda drástica na população. Mesmo após esta queda na população, a Grande Pirâmide manteve o seu “status” de importancia.  Religiosamente foi chamada uma vez Acholollan (em Nahuatl), que significa lugar de voo.

Este significado levou alguns a acreditar que este local foi fundado após os seus habitantes originais fugirem (?) Em outros lugares. segundo o mito, a pirâmide foi construída por um gigante chamado Xelhua em tijolos de adobe, depois que ele escapou de uma inundação no vale vizinho do México. A pirâmide é constituída por seis estruturas sobrepostas, uma para cada grupo étnico que dominou-o. No entanto, apenas três foram estudadas em profundidade. A pirâmide em si é apenas uma pequena parte da maior zona arqueológica de Cholula, que é estimada em 154 hectares (0,59 sq mi). Edifício da pirâmide começou a ser construido no período pré-clássico e com o tempo foi construído mais de seis vezes às suas dimensões finais de 450 metros de cada lado na base e 66 metros de altura. Esta base é quatro vezes o tamanho do que da   grande pirâmide de Gizé e  é a maior base da pirâmide nas Américas.  Algumas das construções de pirâmides tiveram enterros, com esqueletos encontrados em várias posições, com muitas ofertas, especialmente cerâmica. O último estado de construção tem escadas no lado oeste levando a um templo no topo, onde Quetzacoalt enfrentou Iztaccíhuatl. Durante o período colonial, a pirâmide foi severamente danificada em seu lado norte, a fim de construir o Camino Real de Puebla. O lado oeste foi danificado mais tarde, com a instalação de uma linha ferroviária

Google Maps mostra nave alienígena caída no Egito

 

nave egito

Descoberta no Egito

O nosso planeta está cheio de mistérios que estão simplesmente sem respostas, apesar de uma grande parcela dos casos dessa falta de resposta é por conta que realmente ainda não encontramos a solução para as questões, a maioria ainda são segredos mantidos de nós, seja para proteger nossas crenças, nossa sanidade, a ordem na civilização.

Seja para manter o controle, governar através da ignorância, ou qualquer outra possível argumentação, existem aqueles que escondem a verdade de nós, não só de assuntos desconhecidos como a existência de alienígenas ou a verdadeira origem do planeta, mas também de coisas do nosso cotidiano, informações da nossa história.

Mas não estamos aqui para falar de eventos aleatórios, e sim de uma descoberta que não faz muito tempo, usando uma ferramenta muito comum no nosso dia-a-dia, o Google Earth. Enquanto uma internauta passeava pelo Google Earth, usando o “Street View”, ela pode encontrar em um pedaço do Egito, um dos muitos desertos que existem por lá, uma estranha estrutura.

Uma possível nave caída no Egito

Ao menos é o que parece ao se olhar para a imagem, já que o objeto está quase todo tampado pela areia, com exceções de alguns pedaços, que dão a impressão de serem algum tipo de torre ou turbina.
O mais curioso de todo o fato, é de que a estrutura aparenta ser muito maior do que há revelado até então, o que deixa a pergunta de quanto tempo foi necessário para que toda a estrutura fosse soterrada pela areia.

Com base nessa questão, as teorias de que temos visitas alienígenas muito antes do que pensávamos pode se concretizar, muitos acreditem que esta é a prova de que os povos egípcios tinham contato sim com criaturas extraterrestres, explicando a origem das pirâmides e de outras estruturas muito complexas para a tecnologia da época.

Essas teorias surgiram com a teoria do “Eram os deuses astronautas”, baseadas nos hieróglifos das pirâmides mostrando estruturas que só iriamos ter conhecimento nos anos 60 do século XX.

nave egito 1

Escondem a verdade de nós

O que aumenta as teorias de que essa é uma realidade escondida de toda a civilização foi a falta de repercussão nas mídias sobre o objeto, já que está nitidamente claro no Google Earth que ela está ali.

Até hoje, ninguém foi fazer alguma expedição no local para conseguir encontrar mais informações, e em algo daquele tamanho não ter sido estudado até hoje é algo que, no mínimo, nos deixa com a pulga atrás da orelha.

Quando falado sobre isso com qualquer um que possa dar uma explicação com base na ciência conhecida, todos mudam de assunto, é como se realmente tentassem nos fazer de bobos e acreditam que o simples ato de ignorar vai fazer com que nós esqueçamos do que foi encontrado. Talvez eles tenham razão talvez.

Mas não podemos ignorar a existência de algo desse porte, o que significaria uma interferência alienígena na nossa existência em tantos séculos de história? As guerras, a evolução, será que realmente temos controle de tudo isso, ou vem tudo com uma “ajudinha” lá do espaço?

 nave egito 2

Completando a teoria

Para finalizar, uma duvida que segue aqueles que conhecem a história do objeto encontrado se perguntam o porque da nave estar tanto tempo ali, onde estariam os tripulantes da nave, será que existem extraterrestres vivendo entre nós, disfarçados?

Com certeza essa, que era para ser a maior descoberta da história, ainda tenta ser passada como apenas “mais uma teoria da conspiração”, arma criada pelo governo e por aqueles que querem controle para desmoralizar qualquer informação que saia do controle deles.

Caso você ainda não acredite no que estou dizendo, procure por essas coordenadas: 30°1’13.25″N 31°43’14.51″E. E tire suas próprias conclusões.

Fonte : SUPER MISTÉRIOS

Os sumérios (civilização estranha….)

Os Sumérios

A Suméria é a civilização mais antiga que se tem registro, estima-se que eles viveram a mais de 3.500 anos antes de Cristo. Muitos chegam a estimar que eles datam muito mais de 6 mil anos. Os sumérios foram os pais da escrita, chamada escrita cuneiforme e posteriormente também foi creditado a eles os títulos de pai da astronomia. criadores da roda, das carruagens e muito mais. Muitos confundem os Sumérios e os Acádios, mas na verdade o primeiro é muito mais antigo. Só depois é que eles foram invadidos pelos semitas, se tornando acádios.
Habitavam o sul da Mesopotâmia, entre o rio Tigre e Eufrates, lugar extremamente fértil que a Bíblia referencia como Terra Prometida e Hebrom. Possivelmente o berço da humanidade e é onde se encontrou as maiores e mais antigas descobertas da humanidade. Fósseis, artes e registros escritos datados de até 13 mil anos atrás.
Os sumérios foram uma civilização a frente da época que viviam. Eles chegaram a registrar informações que nossa civilização só foi (re)descobrir na idade moderna. São maquetes de abrigos anti-aéreos, livros sobre química, estudos aprofundados sobre o universo e seus corpos celestes, e cálculos matemáticos extremamente avançados para a época. A civilização grega (duas civilizações após a Suméria) no auge do seus conhecimentos, chegavam a calcular até o número 10.000. Após isso eles consideravam como infinito. Os sumérios faziam cálculos das distâncias entre os planetas de nosso Sistema Solar, inclusive quantos planetas existem, que o Sol é uma estrela e a órbita de cada um. Na colina deKuyundjick, antiga Nínive (terra dos sumérios), foi encontrado um cálculo, cujo resultado final, em nossa numeração, corresponde a 195.955.200.000.000. Um número de quinze casas! Os gregos, no auge do saber, não passaram do número 10.000, o resto seria o “infinito”.
O curioso desse povo era a fonte de tais conhecimentos. Como uma civilização tão antiga já sabia que nossa Lua era feita de ferro? Chegavam até a chamar a Lua de “pote de ferro” – fato que só agora a NASA teve capacidade para confirmar. Como é que eles já sabiam que a Terra era redonda? Que ela não estava no centro do Universo e já sabiam da existência de Plutão (só fomos descobrir isso em 1930)? Na verdade eles afirmavam que Plutão era um satélite de Saturno que se desprendeu e tomou uma órbita própria. Mistérios que só (re)descobrimos muitos anos depois!
Alguns desses mistérios ainda nem temos tecnologia suficiente para confirmar. Um exemplo é a presença de um 10º planeta no Sistema Solar (eles contavam todos os corpos celestes, incluindo a lua e o sol, totalizando 12). Os Sumérios tinham convicção de que existe um planeta chamado Nibiru, que é dono de uma órbita totalmente diferente dos demais planetas do nosso Sistema Solar, e que faz um circuito tão grande, que dura 3.600 anos para completar a trajetória. Se eles acertaram quanto a existência desses planetas, do material que eles são feitos, da órbita de cada um, por que iriam errar quanto a existência de um planeta a mais? E se ele tem uma órbita tão grande assim, explica-se o fato de ainda não termos o encontrado.
Se você já acha isso estranho, prepare-se para o bizarro: Os sumérios não só sabiam da existência do tal planeta Nibiru, como desenhavam sua órbita, e eram categóricos ao dizer que neste planeta vivem os Anunnakis, seres altamente inteligentes e considerados deuses por este povo. Segundo eles, Nibiru “visita a Terra” a cada 3.600 anos, e quando isso acontece, ocorrem eventos cataclísmicos na Terra, e usaram como exemplo o dilúvio. Na verdade são deles o mais antigo registro do dilúvio!
“E depois veio o dilúvio e após o dilúvio a realeza tornou a descer mais uma vez do céu…” Escrito sumério cuneiforme.
É aí que eu digo que tudo se interliga. Os Maias tinham um calendário que se resumia em vários ciclos, e o seu maior era um ciclo de 3.600 anos. Os babilônios falavam de um planeta chamado de Marduck e os gnósticos acreditam num apocalipse causado por um planeta chamado Hercóbulos. Após toda essa polêmica, os cientistas tratam-no como um planeta ainda não confirmado, e o chamam de Planeta X. Este planeta receberá um post exclusivo posteriormente.
Então todo esse conhecimento avançado dos sumérios é entendido por alguns estudiosos como uma interferência extraterrestre. Pois não é concebível que uma sociedade tão antiga saiba de tanta coisa, nem que tenha feito tanta coisa. Algumas peças de arte sumérias foram encontradas espalhadas por todo o mundo. Como isso seria possível? Os sumérios faziam pequenas estátuas de possíveis astronautas, naves espaciais e foguetes. Como isso é possível?
Alguns conhecimentos sumérios que influenciaram a muitas outras civilizações posteriores:
• Técnicas de medicina, arquitetura, engenharia e hidráulica, baseados em magníficos conhecimentos em matemática, química, física e astronomia. Seus conhecimentos astronômicos eram incrivelmente avançados: seus observatórios obtinham cálculos do ciclo lunar que diferiam em apenas 0,4 segundos dos cálculos atuais.
• Desenvolveram a agricultura com técnicas de irrigação e drenagem de solo, construção de canais, diques e reservatórios;
• Sistema de leis baseados nos costumes;
• Habilidosas práticas comerciais;
• Sistema de escrita cuneiforme, assim chamado porque escreviam em plaquetas de argila com um estilete em forma de cunha;
• Sistema de unidade política das Cidades-Estados ou Estados soberanos, como Ur, Nipur e Lagash;
• Sistema de hierarquias sacerdotais para organização religiosa;
• Fundaram as primeiras bibliotecas. Na cidade de Nipur, 150 km ao sul de Bagdá, foi encontrada uma biblioteca sumeriana inteira, contendo cerca de 60.000 tabletes de barro com inscrições cuneiformes sobre a origem da humanidade.
• Criaram os fenomenais projetos arquitetônicos denominados zigurates. Verdadeiros complexos piramidais que englobavam vários módulos de edifícios, abrigando desde templos religiosos até plenários políticos, construídos ao redor de um bloco-célula central e interligados por rampas espirais desde a base até o topo.
Alguém precisa de mais motivos para considerar os Sumérios um povo estranho e curioso?
Aldrêycka Albuquerque

Celular milenar descoberto em escavação arqueológica

celular

Arqueólogos afirmam ter descoberto um celular de nada menos que 800 anos de idade durante uma escavação em Fuschl am See, na Áustria. Segundo a imprensa internacional, o aparelho é coberto de símbolos e se assemelha ao antigo telefone celular da Nokia.

A divulgação da foto do aparelho gerou polêmica entre internautas nas redes sociais. Alguns acreditam que o objeto pode ter sido trazido por alienígenas a Terra, reforçando a hipótese de que a tecnologia humana é fruto de ‘oferendas’ de seres extraterrestres.

Já outras pessoas creem que o suposto telefone possa ter sido levado ao passado por viajantes do tempo. Por outro lado, muitos duvidam de qualquer uma dessas teorias e afirmam que tudo não passa de uma brincadeira.

A veracidade da imagem não foi comprovada e os responsáveis pela escavação não foram identificados. Diante disso, os comentários dos internautas apostam que a notícia seja apenas um viral para comemorar o começo de 2016.

Postado no Youtube no final de dezembro no canal Paranormal Crucible, o vídeo que contém a informação já foi assistido por mais de um milhão de pessoas.

 

NOTA DE ATAHTIAMAT : São teorias. Mas o que nos impressiona é que as teclas do celular encontrado são gravadas com escrita cuneiforme, utilizada na Suméria há 5 mil anos atrás. Não pode ter somente 800 anos como informa o canal Paranormal Crucible.

 

 

Inquietante Descobrimento Arqueológico: O Vale das Pirâmides na Bósnia

p bosnia 1

Parece “inquietante”, porque se tivermos em conta que a primeira civilização humana sobre a Terra foi a Suméria, e estamos falando de 7.000 a.C., então quem construiu a “Pirâmide do Sol” na Bósnia, a mais antiga e maior encontrada até agora e data de 12000 anos? O que aconteceu nos 5000 anos de intervalo? O Vale das Pirâmides da Bosnia representa o maior complexo de estruturas piramidais no mundo.

Ele consiste na Pirâmide do Sol da Bosnia (220m), Pirâmide da Lua (190m), Pirâmide do Dragão (90m), Templo da Mãe Terra e Pirâmide do Amor. O complexo das pirâmides é similar aos do Peru, do México e da Bolívia. As Pirâmides do Sol, Lua e Dragão formam triângulos equilaterais perfeitos com 2.170m de distância entre seus topos. Todas as pirâmides estão orientadas para o Norte cósmico.

A análise de amostras dos blocos retangulares da pirâmide do Sol da Bósnia confirmaram que eles eram feitos pelo homem, como blocos de 2 concreto de qualidade excepcional. O labirinto subterrâneo tem dezenas de quilômetros de comprimento e consiste de passagens, câmaras e lagos artificiais. A pirâmide encontrada na Bosnia-Herzegovina é maior e mais perfeitamente orientada do que a Grande Pirâmide do Egito. Situada perto da cidade de Visoko, não só é a primeira pirâmide descoberta da Europa, como o maior vale de pirâmides do mundo. O seu descobridor, o Dr. Semir Osmanagich, também descobriu as pirâmides da Ásia, África, América do Norte, e ilhas como as de Mauricio e Tahiti. Além da antiguidade, esta pirâmide recém descoberta, tem o maior complexo de túneis subterrâneos já descobertos. Com uma altura de 190m, a Pirâmide da Lua é maior que a Pirâmide do Egito (147m). Tem uma combinação de blocos de pedra arenítica, azulejos e capas de argila, utilizada em grandes quantidades. As fontes de matéria prima estão próximas. A argila é usada como aglutinante, por ser à prova de água, temperatura e som. O desenho dos terraços é 3 único para a ciência. Foi encontrado material orgânico que permitiu confirmar a idade, por meio de análises de radiocarbono realizadas no Instituto de Física de Silesia, em 2011, que confirmam a datação de 10,350 AC + / – 50 anos. O Instituto de Materiais da Universidade de Zenica confirmou que as placas usadas possuem porosidade e dureza diferentes. As propriedades do concreto, incluindo extrema dureza (mais de 133 MPs) e baixa absorção de água (por volta de 1%) são, de acordo comas instituições científicas na Bosnia, Italia e França, muito superiores ao concreto moderno. Sob a pirâmide existe um acúmulo de água, por haver conexão com os lagos subterrâneos da região.

p bosnia 2

 

A fundação começou os trabalhos na Pirâmide da Lua, mais ou menos a 20 km ao norte de Sarajevo, em Julho de 2006. Num local mais ou menos na metade da altura, descobriu-se um terraço pavimentado, sendo que todos os blocos foram cimentados. Esculturas cerâmicas foram cobertas no labirinto subterrâneo com massa de mais de 9,000 kg que as fazem as maiores descobertas até hoje no mundo antigo.

A Pirâmide de Sol tem mais de 220m, sendo, portanto, a mais alta do mundo. Tem uma geometria comum, com três lados conservados: norte, leste e oeste, e está coberta de blocos retangulares. Os blocos que formam a pirâmide pesam entre 7 e 8 t, e há alguns com 23 toneladas. Segundo o Instituto de Geodesia (2006) a parte norte adapta-se perfeitamente ao Norte Cósmico, com um erro de 0 graus, 0 minutos e12 segundos. As laterais são formatadas com 45 graus.

p bosnia 4

 

Em 2007 geofísicos alemães confirmaram a existência de passagens internas a partir de radares. Uma equipe de físicos croatas detectou um feixe de energia vindo através do topo da Pirâmide do Sol. O raio do feixe é de 4,5 metros de frequência de 28 kHz. O feixe é continuo e sua força cresce conforme ele vai para cima e para longe da pirâmide. Esse fenômeno contradiz as leis conhecidas da física e tecnologia. Parece que os construtores da pirâmide construíram uma máquina de movimento perpetuo muito tempo atrás e essa “maquina de energia” ainda está funcionando. Técnicos italianos localizaram em 2011 fenômenos de ultrassom provenientes da pirâmide. No labirinto subterrâneo, em 2010, foram descobertas três câmaras e um pequeno lago azul. Triagem de energia mostrou que o nível de ionização é 43 vezes maior que a média de concentração do lado de 5 fora o que torna as câmaras subterrâneas “salas de cura”.

Detecções magnéticas adicionais em 2011 confirmaram que os níveis de radiação negativa através das grades de Hartman, Curry e Schneider eram iguais a zero nos tuneis. Não havia radiação técnica (de linhas de força e/ou outra tecnologias) encontrada nos tuneis e nenhuma radiação cósmica. As esculturas cerâmicas estão posicionadas em cima do fluxo de águas subterrâneo e a energia negativa é transformada em positiva. Todos estes experimentos apontam o labirinto subterrâneo como uma das estruturas mais seguras constituídas no subsolo no mundo e faz dele um lugar ideal para o rejuvenescimento e regeneração do corpo.

A sombra da Pirâmide do Sol cobre a Pirâmide da Lua nos meses de 6 verão, antes do pôr do sol, mostrando uma clara relação astronômica entre elas. Esta pirâmide encontra-se coberta pela vegetação, tal como as pirâmides da China, México ou Guatemala. De acordo com estudos realizados, o solo tem aproximadamente 12000 anos. A equipe de investigação italiana “SB Grupo de Investigación”, em colaboração com a Fundação “Parque Arqueológico: Pirâmide Bósnia do Sol” iniciou uma busca subterrânea com instrumentos de geo-radar “Ravne“. Foi descoberta uma anomalia a 90 m da entrada, uma estrutura em forma de diamante com várias câmaras. De acordo com o engenheiro Vinzenco de Gregorio que realizou o exame de geo-radar com imagens em 3D, existem duas câmaras nos primeiros metros abaixo do solo do túnel, com possibilidade da estrutura ter mais 4 m. Após a segunda Conferência Científica Internacional sobre as Pirâmides do Vale da Bósnia- ICBP 2011, em 9 de setembro de 2011 em Visoko, Bósnia-Herzegovina, recebemos diretamente da Fundação da Pirâmide do Sol, uma declaração oficial com as conclusões do Comitê Científico, composto por vinte e sete investigadores e especialistas de onze países (Estados Unidos, Reino Unido, Itália, Áustria, Alemanha, Finlândia, Eslovênia, Croácia, Macedônia, Sérbia e Bósnia-Herzegovina). 7 Foram detectados e medidos inúmeros fenômenos energéticos (campos electromagnéticos, ultrassons, infrassons) nas Pirâmides da Bósnia, assim como no labirinto subterrâneo.

 

O mais provável sendo que estes fenômenos tenham origem em alguma fonte artificial que deverá ser localizada e estudada. O trabalho arqueológico efetuado no labirinto “Ravne” proporcionou provas da sua origem artificial, devendo ser consideradas construções avançadas. Devido à datação destas pirâmides, sugere-se que a história seja reescrita. É necessária uma continuação das pesquisas no local para confirmar o conteúdo das passagens e câmaras internas. Objetos encontrados: Relatório da análise por GPR nos túneis 69344219 GPR Survey Report Ravne Tunnels Bosnia and Herzegovina.

Gentileza de Izeusse Dias Braga Jr.

« Postagens mais antigas

Busca

O Autor

jorge poggi

Jorge Poggi, Carioca, Sagitariano, é Economista, Administrador de empresas, Ufólogo e Arqueólogo de campo amador.

gmail myspace facebook orkut twitter

Fale com o Jorge

captcha

  • Blogs e sites parceiros