Salvem o planeta Terra

Astrônomos detectam 234 sinais misteriosos que podem ser tentativas de contato alienígena

Um novo estudo identificou 234 estrelas entre 2,5 milhões que apresentam um sinal pulsante singular. Os autores do trabalho dizem que esses sinais são similares aos que uma raça alienígena inteligente poderia enviar se quisessem fazer contato com a humanidade. Ermanno Borra e Eric Trottier, do departamento de física da Universidade Laval (Canadá), fizeram a análise de 2,5 milhões de espectros e o Sloan Digital Sky Survey (SDSS) – o mais ambicioso levantamento astronômico em andamento – foi usado para detectar modulações espectrais. Sinais com o mesmo período foram encontrados em apenas 234 estrelas e não podem ter sido causados por interferência dos instrumentos, segundo os autores do estudo.

Galaxias

Consideramos a possibilidade que os sinais podem ser causados por pulsos de luz gerados por inteligência extraterrestre para nos avisar de sua existência. Os sinais detectados têm exatamente o formato de sinais de ETs previstos em uma publicação anterior e está de acordo com esta hipótese, dizem os autores.

E se os aliens já nos contataram mas ninguém ouviu? Eles fazem a ressalva de que a hipótese precisa ser confirmada com outras pesquisas, e que é possível que os sinais aconteçam por composições químicas muito peculiares em uma fração de estrelas da região Halo Galáctico. [Business Insider, estudo original] Juliana Blume

Descoberta no México a maior pirâmide do mundo!

Pesquisadores no México descobriram uma imensa pirâmide, ainda maior que a Pirâmide do Sol de Teotihuacan. Ela tem  75 metros de altura e foi explorada por especialistas do Instituto Nacional de Antropologia e História. Está localizada na acrópole de Tonina, Chiapas e é provável que tenha cerca de 1.700 anos de idade.

O diretor da zona arqueológica, Emiliano Gallaga, diz que o trabalho, feito ao longo de dois anos, verificou que a porção nordeste do local era, na verdade, a maior pirâmide no México. É comparável às pirâmides encontradas em Tikal e El Mirador da civilização maia.

Uma característica única é que existem  sete plataformas que servem como palácios, templos, habitação e que eram essencialmente  escritórios para administração. Essa estrutura única funcionava dentro da estrutura sócio-cultural, religiosa e política.

piramide-mexico
É uma grande surpresa ao ver que a pirâmide foi feita quase inteiramente por arquitetos pré-hispânicas e, portanto, é mais artificial do que natural“, diz Gallagas. “Isto é porque se acreditava que toda a estrutura era uma colina natural, mas a evidência recente revelou que a estrutura foi quase inteiramente construída por antigos habitantes.” Os arqueólogos observaram  que a pirâmide era muito maior do que eles esperavam que fosse. A estrutura tem estradas que atravessam ela também.

O complexo do templo-pirâmide foi construído em quatro etapas, a partir do século 3 aC até meados do século 9, e foi dedicado à divindade Quetzalcoatl. Ela tem uma base de 450 por 450 metros (1.480 por 1.480 pés) e uma altura de 66 m (217 pés). De acordo com o Guinness Book of Records, é na verdade a maior pirâmide, bem como o maior monumento já construído em qualquer lugar do mundo, com um volume total estimado em mais de 4,45 milhões de metros cúbicos, ainda maiores do que a da Grande Pirâmide de Gizé no Egito, que tem e cerca de 2,5 milhões de metros cúbicos. No entanto, a Grande Pirâmide de Gizé é maior em 138,8 metros (455 pés). As cerâmicas de Cholula estavam intimamente ligadas às de Teotihuacan, e ambos os locais declinaram simultaneamente. O Postclassic asteca acreditava que Xelhua construiu a Grande Pirâmide de Cholula.

No seu auge, Cholula teve a segunda maior população no México de cerca de 100.000 pessoas que vivem no local. Embora a cidade pré-hispânica de Cholula continuasse a ser habitada, a Grande Pirâmide foi abandonada no século 8 num momento em que a cidade sofreu uma queda drástica na população. Mesmo após esta queda na população, a Grande Pirâmide manteve o seu “status” de importancia.  Religiosamente foi chamada uma vez Acholollan (em Nahuatl), que significa lugar de voo.

Este significado levou alguns a acreditar que este local foi fundado após os seus habitantes originais fugirem (?) Em outros lugares. segundo o mito, a pirâmide foi construída por um gigante chamado Xelhua em tijolos de adobe, depois que ele escapou de uma inundação no vale vizinho do México. A pirâmide é constituída por seis estruturas sobrepostas, uma para cada grupo étnico que dominou-o. No entanto, apenas três foram estudadas em profundidade. A pirâmide em si é apenas uma pequena parte da maior zona arqueológica de Cholula, que é estimada em 154 hectares (0,59 sq mi). Edifício da pirâmide começou a ser construido no período pré-clássico e com o tempo foi construído mais de seis vezes às suas dimensões finais de 450 metros de cada lado na base e 66 metros de altura. Esta base é quatro vezes o tamanho do que da   grande pirâmide de Gizé e  é a maior base da pirâmide nas Américas.  Algumas das construções de pirâmides tiveram enterros, com esqueletos encontrados em várias posições, com muitas ofertas, especialmente cerâmica. O último estado de construção tem escadas no lado oeste levando a um templo no topo, onde Quetzacoalt enfrentou Iztaccíhuatl. Durante o período colonial, a pirâmide foi severamente danificada em seu lado norte, a fim de construir o Camino Real de Puebla. O lado oeste foi danificado mais tarde, com a instalação de uma linha ferroviária

Megaestrutura alienígena agora conta com triplo sinal

Com informações da New Scientist –  09/08/2016

Entre as muitas explicações sugeridas para as variações da estrela estão chuvas de cometas tão intensas que seriam capazes de “apagar” um pouco do seu brilho.[Imagem: JPL-Caltech/NASA]
Galaxias

Estrela controlada por ETs

O mistério da estrela que poderia abrigar uma megaestrutura alienígena acaba de se tornar ainda mais enigmático.

A estrela, conhecida como KIC 8462852, cintila de uma forma tão irregular que alguns astrônomos especulam que ela pode abrigar um gigantesco aparato alienígena de geração de energia, conhecido como esfera de Dyson.

Tabetha Boyajian, da Universidade Yale, nos EUA, descobriu essa raridade cósmica analisando dados do telescópio espacial Kepler, que monitorou continuamente 100.000 estrelas entre 2009 e 2013. A luz da KIC 8462852 enfraquece em até 20% sem nenhum intervalo regular, o que significa que a variação não pode ser explicada pela presença de um planeta.

Vários astrônomos sugeriram uma série de explicações possíveis, mas foi Jason Wright, astrônomo da Universidade Estadual da Pensilvânia, quem primeiro defendeu que uma civilização extraterrestre avançada poderia ser responsável pelo sinal.

O Instituto SETI, que procura sinais de inteligência alienígena, logo se interessou pela estrela, mas as primeiras buscas não deram resultado:

Variações de brilho

Contudo, logo depois do alvoroço inicial, Bradley Schaefer, da Universidade Estadual da Louisiana, descobriu que a estrela estava registrada em antigas chapas fotográficas, coletadas de 1890 a 1989. Mais de 1.200 fotos mostraram que a estrela esmaeceu gradualmente em até 15% ao longo de um século.

Agora, Benjamin Montet e Joshua Simon, do Instituto de Tecnologia da Califórnia, encontraram novas variações de brilho escondidas dentro dos dados do Kepler que foram analisados originalmente por Boyajian.

Na verdade, o brilho da estrela KIC 8462852 diminui em cerca de 0,34% ao ano – duas vezes mais rápido do que o cálculo de Schaefer. Além disso, em apenas 200 dias, o brilho da estrela caiu mais 2,5% antes de começar a nivelar, uma mudança muito mais rápida do que qualquer cálculo anterior.

Isto significa que a estrela passa por três tipos de perda de brilho: as quedas profundas que a tornaram famosa, o declínio relativamente lento observado ao longo de um século e uma queda anômala que ocorreu ao longo de duas centenas de dias.

Em busca de causas naturais

Até agora ninguém se arriscou a oferecer uma hipótese para explicar as anomalias da estrela.

“Podemos chegar a cenários que explicam uma ou talvez duas delas, mas não há nada que explique bem as três”, diz Montet.

E os ETs? Será que há mesmo uma estrutura construída por alienígenas que gostam de ficar mudando suas configurações ou que têm demandas de energia extremamente variáveis?

Seria muito mais satisfatório pensar em uma única causa física que pudesse ser responsável por todas as variações de brilho que observamos. Mas ainda estamos lutando para imaginar o que poderia ser,” disse Simon.

Bibliografia:

KIC 8462852 Faded Throughout the Kepler Mission
Benjamin T. Montet, Joshua D. Simon

http://arxiv.org/abs/1608.01316

Nave imensa fotografada em S.Catarina (Brasil)

disco santa catarina

A foto foi tirada da janela de um avião que chegava a Santa Catarina, por volta das 13:00 horas do último dia 04 de fevereiro.

A passageira que fez a foto, ficou perplexa com a imagem,e enviou para amigos e parentes, com o objetivo de tentar uma explicação para tal imagem.

Entre as nuvens, podemos perceber claramente uma espécie de Nave em forma de disco e de gigantesca proporção, a cor da suposta nave se confunde com as nuvens, nela existe uma borda com detalhes sem muita clareza e na parte debaixo bem no centro , um círculo menor .

O Professor Carlos Figueiredo que reside em Santos SP, foi quem postou a foto em sua página do facebook, veja o que ele afirma em sua mensagem com a foto :

 

Essa é uma foto tirada hoje 04/02/2016 por uma amiga, uma pessoa muito séria, que a tirou da janela do avião, quando chegava em Santa Catarina, por volta das 13:00h. Por mais cético que eu seja é de arrepiar, ainda mais sendo uma foto de uma pessoa conhecida, que não tem nenhum interesse em se auto promover na internet. Então realmente é pra refletir, existe alguma explicação para essa imagem???”

    

O Professor ainda colclui:

eu sou ateu não acredito em Discos voadores e a pessoa que fotografou também não, mas o fato é que ela está perplexa até agora, se eu não a conhecesse eu também iria achar que isso não passa de photoshop, eu até entendo as pessoas que não acreditam, de repente isso pode ser uma formação de nuvens também sei lá…mas é curioso...”

 

Leia mais: http://www.noticiasderolandia.com.br/products/foto-tirada-por-uma-passageira-de-aviao-em-santa-catarina-intriga-internautas/

Google Maps mostra nave alienígena caída no Egito

 

nave egito

Descoberta no Egito

O nosso planeta está cheio de mistérios que estão simplesmente sem respostas, apesar de uma grande parcela dos casos dessa falta de resposta é por conta que realmente ainda não encontramos a solução para as questões, a maioria ainda são segredos mantidos de nós, seja para proteger nossas crenças, nossa sanidade, a ordem na civilização.

Seja para manter o controle, governar através da ignorância, ou qualquer outra possível argumentação, existem aqueles que escondem a verdade de nós, não só de assuntos desconhecidos como a existência de alienígenas ou a verdadeira origem do planeta, mas também de coisas do nosso cotidiano, informações da nossa história.

Mas não estamos aqui para falar de eventos aleatórios, e sim de uma descoberta que não faz muito tempo, usando uma ferramenta muito comum no nosso dia-a-dia, o Google Earth. Enquanto uma internauta passeava pelo Google Earth, usando o “Street View”, ela pode encontrar em um pedaço do Egito, um dos muitos desertos que existem por lá, uma estranha estrutura.

Uma possível nave caída no Egito

Ao menos é o que parece ao se olhar para a imagem, já que o objeto está quase todo tampado pela areia, com exceções de alguns pedaços, que dão a impressão de serem algum tipo de torre ou turbina.
O mais curioso de todo o fato, é de que a estrutura aparenta ser muito maior do que há revelado até então, o que deixa a pergunta de quanto tempo foi necessário para que toda a estrutura fosse soterrada pela areia.

Com base nessa questão, as teorias de que temos visitas alienígenas muito antes do que pensávamos pode se concretizar, muitos acreditem que esta é a prova de que os povos egípcios tinham contato sim com criaturas extraterrestres, explicando a origem das pirâmides e de outras estruturas muito complexas para a tecnologia da época.

Essas teorias surgiram com a teoria do “Eram os deuses astronautas”, baseadas nos hieróglifos das pirâmides mostrando estruturas que só iriamos ter conhecimento nos anos 60 do século XX.

nave egito 1

Escondem a verdade de nós

O que aumenta as teorias de que essa é uma realidade escondida de toda a civilização foi a falta de repercussão nas mídias sobre o objeto, já que está nitidamente claro no Google Earth que ela está ali.

Até hoje, ninguém foi fazer alguma expedição no local para conseguir encontrar mais informações, e em algo daquele tamanho não ter sido estudado até hoje é algo que, no mínimo, nos deixa com a pulga atrás da orelha.

Quando falado sobre isso com qualquer um que possa dar uma explicação com base na ciência conhecida, todos mudam de assunto, é como se realmente tentassem nos fazer de bobos e acreditam que o simples ato de ignorar vai fazer com que nós esqueçamos do que foi encontrado. Talvez eles tenham razão talvez.

Mas não podemos ignorar a existência de algo desse porte, o que significaria uma interferência alienígena na nossa existência em tantos séculos de história? As guerras, a evolução, será que realmente temos controle de tudo isso, ou vem tudo com uma “ajudinha” lá do espaço?

 nave egito 2

Completando a teoria

Para finalizar, uma duvida que segue aqueles que conhecem a história do objeto encontrado se perguntam o porque da nave estar tanto tempo ali, onde estariam os tripulantes da nave, será que existem extraterrestres vivendo entre nós, disfarçados?

Com certeza essa, que era para ser a maior descoberta da história, ainda tenta ser passada como apenas “mais uma teoria da conspiração”, arma criada pelo governo e por aqueles que querem controle para desmoralizar qualquer informação que saia do controle deles.

Caso você ainda não acredite no que estou dizendo, procure por essas coordenadas: 30°1’13.25″N 31°43’14.51″E. E tire suas próprias conclusões.

Fonte : SUPER MISTÉRIOS

« Postagens mais antigas

Busca

O Autor

jorge poggi

Jorge Poggi, Carioca, Sagitariano, é Economista, Administrador de empresas, Ufólogo e Arqueólogo de campo amador.

gmail myspace facebook orkut twitter

Fale com o Jorge

captcha

  • Blogs e sites parceiros