Salvem o planeta Terra

A REALIDADE QUE A FÍSICA QUÂNTICA DEMONSTRA

 

matrix                                                                                                 a Matrix

Mostra que a realidade não é material.
Que a matéria é apenas uma forma de organização da energia.
Que no nível mais fundamental só existe energia.
Que tudo está conectado no nível sub-quântico.
Que tudo é onda e que no final só existe uma única onda.
Que o observador cria a própria realidade.
Que a matéria obedece a vontade do observador.
Que existem nas dimensões fora da terceira dimensão.
Que a consciência continua após a morte.
Que é possível estudar o que existe nas outras dimensões,
e descobrir a realidade das outras dimensões.

Deixando de lado todas as estórias que criaram sobre isso.
Que tudo é consciência e tem consciência.
Que a onda é consciência.
Que toda a matéria tem consciência.
Que uma única consciência está experienciando
a si mesma de infinitas formas.
Que existe um sentimento nesta
única consciência, que é dominante.
E que tudo que contraria esse sentimento cria
condições que trarão infelicidade para quem o criou.
Esse ajuste é a única forma que a consciência
tem de fazer tudo voltar ao equilíbrio.
O universo tende ao equilíbrio e faz tudo que é preciso
para voltar a ele. E isso implica em correções de rumo
desconfortáveis para quem o tira do equilíbrio.

Stephanie Gadoni

Agradecimentos a Alexandre Affonso

Cientista da NASA diz que podemos estar em uma Matrix criada por aliens

15O60q-136I-250x250

Rich Terrile poderia ser apenas mais um maluco com uma teoria a respeito do universo em que vivemos. Se esse fosse o caso, ele viraria notícia em sites de humor ou curiosidades, mas nada além. O problema é que o sujeito é diretor do Centro de Computação Evolucionária e Design Automativo no Laboratório de Propulsão a Jato da NASA. Ou seja, ele pode saber do que está falando.

Qual é a teoria? Segundo Rich, vivemos em uma simulação controlada por uma espécie de “programador”, em uma espécie de Matrix. Porém, nada de agentes ou Neo: o responsável pelo controle seria do futuro. A explicação é que a Lei de Moore, que cita a evolução no processamento de máquinas (ele dobra a cada dois anos) permite que isso seja teoricamente possível em algum momento.

O tal simulador seria capaz de criar a nossa realidade e simular o curso da humanidade por vários motivos, desde pura diversão até recriar momentos da História. O poder é tanto que ele seria capaz de controlar todas as bilhões de pessoas que vivem no mundo e fazer com que todas sintam, ajam e nunca desconfiem que estão sob controle. Por mais maluco que isso pareça, filósofos e outros cientistas, como Nick Bostrom, chefe do Oxford University Future of Humanity Institute, começaram a encarar esse conceito como algo possível.

Pegando a pílula azul

Em entrevista , Terrile afirma que nossa consciência é algo “mágico” e bem arquitetado demais para não ser fruto de uma simulação por computador. Segundo ele, a consciência pode ser passada para uma máquina em até trinta anos utilizando engenharia reversa em nosso cérebro ou evoluindo os circuitos a ponto de chegarem em nossa velocidade de sinapses.

O mundo natural se comporta exatamente da mesma forma que o ambiente de Grand Theft Auto IV“, viaja o cientista, afirmando que já estamos avançados em termos de simulação no sentido de fazer com que enxerguemos somente “o que precisamos ver quando precisamos ver”. Ele ainda acredita em uma partícula fundamental e indivisível que é capaz tanto de gerar o universo de verdade quanto o simulado, criando um paralelo matemático que possibilita uma Matrix equivalente e realista.

Eu encontro grande inspiração nisso [a teoria] e vou contar o porquê: ela me diz que estamos à beira de construir um universo simulado e que ele pode se tornar algo vivo dentro de uma simulação. (…) E nossas simulações podem criar simulações. O que acho intrigante é que, se existe um criador para nosso mundo no futuro e ele será nós, isso também significa que há um criador para o nosso mundo e ele também é composto por nós. Isso significa que somos tanto Deus quanto servos de Deus e que fizemos tudo. O que acho inspirador é que, mesmo em uma simulação com muitas ordens de magnitude até níveis de simulação, algo no caminho escapou da “sopa primordial” para virar a gente e isso resultou nas simulações que nos fizeram. E acho que isso é muito legal“, conclui.

 

 FONTE(S)

Nosso universo é uma MATRIX ? Pesquisadores respondem….

Matrix?

NOSSO UNIVERSO É UMA SIMULAÇÃO DE COMPUTADOR? PESQUISADORES TENTAM RESPONDER ESSA PERGUNTA

15 de dezembro de 2012

 

Alguns físicos e pesquisadores universitários dizem que é possível testar a teoria de que todo o Universo está contido em uma simulação de computador, como é retratado no filme Matrix, de 1999. Em 2003, o professor e filósofo Nick Bostrom, da Universidade de Oxford, publicou um artigo, “O argumento da simulação”, no qual afirma que “nós estamos quase certamente vivendo em uma simulação de computador”.

Agora, uma equipe da Universidade de Cornell, nos EUA, anunciou que está desenvolvendo um método viável de teste para descobrir se nós seríamos mesmo apenas uma série de números de computadores de alguma civilização antiga.

Pesquisadores da Universidade de Washington concordam que há um método de teste e defendem que ele pode ser feito. Uma proposta parecida foi apresentada por pesquisadores da Alemanha, em novembro.

Então, como precisamente, nós podemos testar se nós mesmos existimos? Para falar resumidamente, os pesquisadores estão construindo seus próprios modelos para simulação, usando uma técnica chamada cromodinâmica quântica treliçada – com uso de modelos em pequena escala.

“Essa é apenas a primeira forma de teste para esse tipo de ideia”, disse Savage. “Se você fizer a simulação numa escala grande o suficiente, poderá surgir alguma coisa como o Universo”.

O método do teste é muito mais complicado do que isso. De acordo com a explicação da Universidade de Cornell: “Usando o desenvolvimento histórico da estrutura de tecnologia da teoria de medidas como um guia, nós presumimos que o nosso universo é uma simulação numérica que não se desenvolveu”.

Para traduzir, se as assinaturas energéticas nas nossas simulações coincidirem com aquelas do Universo em seu todo, então há uma boa chance de que nós realmente estaríamos vivendo em uma simulação.

Curiosamente, um dos alunos de Savage assume a hipótese: “Se encontrarmos a natureza de nossa existência, iríamos, em seguida, procurar maneiras de nos comunicar com a civilização que nos criou?”

A estudante Zohreh Davoudi, da Universidade de Washington, acredita que quem fez essa simulação do universo no qual vivemos, também poderia ter criado outros universos, então, talvez devêssemos “simplesmente” tentar nos comunicar com estes outros. Diante disso, a questão é “Você pode se comunicar com os outros universos se eles estão sendo executados na mesma plataforma?”, perguntou a estudante.

Definitivamente, o assunto parece ser bem mais complicado do que a famosa pergunta do filme Matrix: “Você quer tomar a pílula vermelha ou a azul”?

Busca

O Autor

jorge poggi

Jorge Poggi, Carioca, Sagitariano, é Economista, Administrador de empresas, Ufólogo e Arqueólogo de campo amador.

gmail myspace facebook orkut twitter

Fale com o Jorge

captcha

  • Blogs e sites parceiros